Produtora independente de energia, a Albioma desenvolve, com uma competência única, suas duas atividades principais: a biomassa térmica, a energia solar e a energia geotérmica

Saiba mais

Número-chave

606

Colaboradores que colocam suas habilidades a serviço do Grupo todos os dias

Saiba mais

Produtora independente de energia, a Albioma desenvolve uma perícia única nas suas dois atividades principais: a Biomassa Térmica, a Energia Solar e a Energia Geotérmica.

Descubra nossas energias

Nùmero-chave

68%

Energia renovável no mix energético

Saiba mais

Cotada no mercado regulamentado da Euronext em Paris, a Albioma se compromete a colocar à disposição da comunidade financeira uma informação regular, transparente e acessível.

Espaço dos Acionistas
Vamos mudar a energia

Por que a energia solar é uma energia renovável?

Solar

Fotossíntese, temperatura atmosférica, ciclo da água… na história do nosso planeta, o sol sempre teve papel de relevância. Para a humanidade também. Em razão de sua luz, é verdade, mas também devido a suas propriedades de aquecimento (espelho de Arquimedes, forno solar etc.).

Desde 1839, com a descoberta do efeito fotovoltaico feita por Edmond Becquerel, é possível converter luz em eletricidade. Ao longo do século, foram feitos avanços no assunto, mas as soluções eram muito dispendiosas e o retorno, muito fraco para ser explorado. Foi preciso esperar a conquista especial para que a tecnologia tivesse um salto de progresso: em 1958, o primeiro satélite movido a energia fotovoltaica foi colocado em órbita.

Desde então, os avanços tecnológicos permitiram que a utilização dessa luz fornecesse eletricidade para cidades. A partir daí, essa fonte de energia que não emite carbono tornou-se curinga na luta contra o aquecimento climático. Ela se mostra como energia renovável por excelência.

Uma energia é de fato renovável quando ela se baseia em um fluxo que se renova. É o caso do sol. Bastam alguns números para comprová-lo:

  • estima-se que o astro, atualmente na metade de seu ciclo de vida, vá brilhar durante pouco mais de 5 bilhões de anos.
  • em um segundo, o sol fornece 400 milhões de bilhões de bilhões de joules de energia. A título de comparação, uma usina nuclear média produz 1 bilhão de joules por segundo.

É evidente que não é possível explorar diretamente toda essa energia. Apenas parte dela chega à Terra e não há painéis solares recobrindo todo o planeta. Contudo, com os avanços tecnológicos atuais, é cada vez mais fácil transformar essa fonte de energia em eletricidade.

Nós recomendamos