Produtora independente de energia, a Albioma desenvolve, com uma competência única, suas duas atividades principais: a biomassa térmica, a energia solar e a energia geotérmica

Saiba mais

Número-chave

606

Colaboradores que colocam suas habilidades a serviço do Grupo todos os dias

Saiba mais

Produtora independente de energia, a Albioma desenvolve uma perícia única nas suas dois atividades principais: a Biomassa Térmica, a Energia Solar e a Energia Geotérmica.

Descubra nossas energias

Le saviez-vous ?

Valoriser ses toits permet de lutter contre le rayonnement solaire tout en produisant de l’énergie renouvelable

En savoir plus

Cotada no mercado regulamentado da Euronext em Paris, a Albioma se compromete a colocar à disposição da comunidade financeira uma informação regular, transparente e acessível.

Espaço dos Acionistas

Nossas unidades

Ilha da Reunião

  • Energia: biomassa e solar
  • Presente desde: 1992
  • Potência termelétrica: 210 MW
  • Potência solar: 33 MWp

Principal fornecedora de energia elétrica da Ilha da Reunião, a Albioma produz 46% da energia disponível na rede graças à operação de duas usinas termelétricas a biomassa, uma turbina de combustão a bioetanol e um grande parque fotovoltaico.

Os primórdios da cogeração

Em 1992, a Albioma inaugurou na unidade de Bois-Rouge a primeira usina termelétrica do Francia capaz de transformar bagaço de cana em energia elétrica renovável. Este modelo inovador, baseado em uma parceria com o mundo sucroenergético, foi replicado internacionalmente com sucesso, mas também na Ilha da Reunião, com uma segunda unidade de cogeração instalada em Gol em 1995. Ao mesmo tempo, em 2019, a Albioma inaugurou a primeira turbina de combustão do mundo movida a bioetanol para responder às mudanças no consumo da rede.

Descubra nossas termelétricas usinas na Ilha da Reunião

Solar, uma atividade em forte expansão

Com 39 MW instalados em 2020, a Albioma é líder na produção fotovoltaica na Ilha da Reunião. Suas usinas estão todas localizadas em áreas sem conflitos de uso, como a La Star, que foi construída em um aterro operacional. Outras estão localizadas em telhados de edifícios, como no shopping center E. Leclerc, no pátio da escola Iris Hoarau – em autoconsumo – ou do Grand Port Ouest. Esta última entrou em operação em 2018 e pode operar sem intermitência usando um sistema de armazenamento de bateria para injetar energia elétrica na rede durante picos de consumo. Energia de ponta por excelência, a atividade solar também tem um futuro brilhante. No âmbito da parceria firmada com a Société d’habitation à loyer modéré de La Réunion, o Grupo a construido 51 usinas fotovoltaicas em 2019 em telhados residenciais.

Descubra nossas fotovoltaicas usinas na Ilha da Reunião