Produtora independente de energia, a Albioma desenvolve uma perícia única nas suas dois atividades principais: a Biomassa Térmica e a Energia Solar.

Saiba mais

Número-chave

500

Colaboradores suas habilidades ao serviço do Grupo todos os dias

Saiba mais

Produtora independente de energia, a Albioma desenvolve uma perícia única nas suas dois atividades principais: a Biomassa Térmica e a Energia Solar.

Descubra nossas energias

Nùmero-chave

62%

Energia renovável no mix energético

Saiba mais

Cotada no mercado regulamentado da NYSE Euronext em Paris (compartimento B), a Albioma se compromete a colocar à disposição da comunidade financeira uma informação regular, transparente e acessível.

Espaço dos Acionistas

Nossas unidades

Ilha da Reunião

  • Energia: biomassa e solar
  • Presente desde: 1992
  • Potência termelétrica: 210 MW
  • Potência solar: 28 MWp

Principal fornecedora de energia elétrica da Ilha da Reunião, a Albioma produz cerca de 45% da energia disponível na rede graças à operação de duas usinas termelétricas a biomassa, uma turbina de combustão a bioetanol e um grande parque fotovoltaico.

Os primórdios da cogeração

Em 1992, a Albioma inaugurou na unidade de Bois-Rouge a primeira usina termelétrica do Francia capaz de transformar bagaço de cana em energia elétrica renovável. Este modelo inovador, baseado em uma parceria com o mundo sucroenergético, foi replicado internacionalmente com sucesso, mas também na Ilha da Reunião, com uma segunda unidade de cogeração instalada em Gol em 1995. Ao mesmo tempo, em 2019, a Albioma inaugurou a primeira turbina de combustão do mundo movida a bioetanol para responder às mudanças no consumo da rede.

210

MW

Potência acumulada instalada das três usinas

1400

GWh

de energia elétrica exportados para a rede em 2017 a partir de Bois-Rouge e Le Gol

Descubra nossas termelétricas usinas na Ilha da Reunião

Solar, uma atividade em forte expansão

Com 28 MW instalados em 2018, a Albioma é líder na produção fotovoltaica na Ilha da Reunião. Suas usinas estão todas localizadas em áreas sem conflitos de uso, como a La Star, que foi construída em um aterro operacional. Outras estão localizadas em telhados de edifícios, como no shopping center E. Leclerc, no pátio da escola Iris Hoarau – em autoconsumo – ou do Grand Port Ouest. Esta última entrou em operação em 2018 e pode operar sem intermitência usando um sistema de armazenamento de bateria para injetar energia elétrica na rede durante picos de consumo. Energia de ponta por excelência, a atividade solar também tem um futuro brilhante. No âmbito da parceria firmada com a Société d’habitation à loyer modéré de La Réunion, o Grupo planeja construir 51 usinas fotovoltaicas em 2019 em telhados residenciais.

90

usinas solares

na Ilha da Reunião

28

MW

Capacidade de produção acumulada de usinas fotovoltaicas em 2018

34

GWh

de energia elétrica exportados para a rede em 2018

Descubra nossas fotovoltaicas usinas na Ilha da Reunião