Produtora independente de energia, a Albioma desenvolve, com uma competência única, suas duas atividades principais: a biomassa térmica, a energia solar e a energia geotérmica

Saiba mais

Número-chave

606

Colaboradores que colocam suas habilidades a serviço do Grupo todos os dias

Saiba mais

Produtora independente de energia, a Albioma desenvolve uma perícia única nas suas dois atividades principais: a Biomassa Térmica, a Energia Solar e a Energia Geotérmica.

Descubra nossas energias

Le saviez-vous ?

Valoriser ses toits permet de lutter contre le rayonnement solaire tout en produisant de l’énergie renouvelable

En savoir plus

Cotada no mercado regulamentado da Euronext em Paris, a Albioma se compromete a colocar à disposição da comunidade financeira uma informação regular, transparente e acessível.

Espaço dos Acionistas

Nossas unidades

Guiana Francesa

  • Energia: Solar
  • Presente desde: 2010
  • Potência instalada: 16 MWp

Líder em energia fotovoltaica nos departamentos ultramarinos da França, a Albioma tem acompanhado a Guiana Francesa desde 2010 ao desenvolver projetos solares inovadores que contribuem para aumentar a participação das energias renováveis disponíveis nesta região.

Histórico da Atividade

Entre 2008 e 2010, a capacidade instalada de energia fotovoltaica foi multiplicada por dez nos territórios franceses. Na Guiana Francesa, região com alta taxa anual de insolação, o Grupo opera duas usinas fotovoltaicas, Matoury e Kourou, localizadas em zonas sem conflito de uso. A maior delas – e de todos os departamentos ultramarinos franceses – está em Kourou. Com 156.000 módulos fotovoltaicos instalados no solo, possui capacidade instalada de 12 MWp e pode produzir até 10% da energia elétrica da Guiana Francesa.

Descubra nossas usinas guianas

Na direção de uma maior autonomia energética

Em 2020, as instalações fotovoltaicas da Albioma forneceram 19,2 GWh de energia elétrica de ponta para complementar outras unidades de geração da Albioma. Além de contribuir para a estabilidade do sistema interligado, especialmente no pico do consumo, a implantação da energia solar pode acelerar a transição energética na Guiana Francesa. Um objetivo estratégico mantido pela Albioma de acordo com o Programa Multianual de Energia, que define atingir até 2023 mais de 85% de participação de energia renovável na produção de energia elétrica da Guiana Francesa.