Produtora independente de energia, a Albioma desenvolve, com uma competência única, suas duas atividades principais: a biomassa térmica, a energia solar e a energia geotérmica

Saiba mais

Número-chave

768

Colaboradores que colocam suas habilidades a serviço do Grupo todos os dias

Saiba mais

Produtora independente de energia, a Albioma desenvolve uma perícia única nas suas dois atividades principais: a Biomassa Térmica, a Energia Solar e a Energia Geotérmica.

Descubra nossas energias
  • Energy: Biomass
  • Installed since: 2013

Diversificação das fontes de abastecimento de biomassa sustentável do Grupo: a Albioma adquire uma fábrica de produção de pellets na Austrália.

A Albioma anuncia a aquisição da fábrica de produção de pellets de madeira de Tuan, localizada no estado de Queensland, na Austrália. A matéria-prima da fábrica é constituída por resíduos fornecidos ao abrigo de acordos a longo prazo pelas principais serrações da região que processam madeira proveniente de florestas geridas de forma sustentável. A fábrica funciona desde 2014 e produz 60 000 toneladas de pellets de madeira de alta qualidade por ano.

A transação também inclui umas instalações de armazenamento de 35 000 toneladas no porto de Bundaberg e um local de 57 hectares na Austrália do Sul, perto de Mount Gambier, para um projeto de fábrica de pellets de madeira de 300 000 toneladas por ano. Já foi autorizada a construção nesse local.

Idealmente posicionados no coração da bacia do Indo-Pacífico, estes ativos abastecerão as centrais de biomassa do Grupo localizadas na Reunião. Esta aquisição cumpre o objetivo da Albioma de reforçar a sua segurança de abastecimento de biomassa sustentável de alta qualidade.

Frédéric Moyne, Presidente da Albioma, declarou: “Damos as boas-vindas às equipas de Tuan que trazem toda a sua experiência para a Albioma. Esta operação permite-nos diversificar a nossa carteira de abastecimento de pellets que cumprem os requisitos mais rigorosos em termos de desenvolvimento sustentável. Para além da biomassa de origem local, naturalmente prioritária para promover a economia circular, este abastecimento é essencial para garantir a continuidade da produção de energia renovável nos territórios ultramarinos franceses. Esta aquisição reforça a presença da Albioma no Indo-Pacífico, uma região onde estamos profundamente enraizados há décadas.”