Produtora independente de energia, a Albioma desenvolve, com uma competência única, suas duas atividades principais: a biomassa térmica, a energia solar e a energia geotérmica

Saiba mais

Número-chave

606

Colaboradores que colocam suas habilidades a serviço do Grupo todos os dias

Saiba mais

Produtora independente de energia, a Albioma desenvolve uma perícia única nas suas dois atividades principais: a Biomassa Térmica, a Energia Solar e a Energia Geotérmica.

Descubra nossas energias

Nùmero-chave

68%

Energia renovável no mix energético

Saiba mais

Cotada no mercado regulamentado da Euronext em Paris, a Albioma se compromete a colocar à disposição da comunidade financeira uma informação regular, transparente e acessível.

Espaço dos Acionistas

Nossos compromissos ambientais

Agir em prol da transição energética dos territórios

A Albioma aplica toda a sua expertise e capacidade de inovação para honrar os compromissos do Plano Climático do governo francês de 2017 e, mais amplamente, da comunidade internacional. Como agente do mundo da energia, nossa estratégia foi construída em torno de um objetivo alinhado à luta contra às mudanças climáticas: produzir uma matriz energética com base em 80% de energia renovável até 2023.

Galion 2, Martinica, primeira usina 100% bagaço/biomassa nos departamentos ultramarinos franceses

Foco em um modelo inovador

Implementamos, desde há vários anos, um modelo bagaço/biomassa nas zonas isoladas das redes interligada continentais. Esta alternativa aos combustíveis fósseis contribui para a transição energética dos territórios em que estamos estabelecidos, e ainda favorece os empregos locais através da sustentabilidade de segmentos de atividades promissores.

Hoje, fazemos este modelo ir mais longe e convertemos três usinas tradicionais nos departamentos ultramarinos franceses em 100% biomassa. Estas obras já começaram em Guadalupe com a construção de uma cúpula de armazenamento de biomassa no porto de Jarry.

Cúpula de armazenamento de biomassa do porto de Jarry, Guadalupe

Além da biomassa, nós implementamos projetos solares inovadores, ao serviço da transição e da autonomia energética dos territórios. Em 2019, por exemplo, a Albioma obteve um projeto de armazenamento de energia elétrica, em baterias de 7,4 MW, em Mayotte, na sequência da primeira licitação de projetos da Comissão de Regulação de Energia francesa. Esta nova unidade permitirá uma redução de 6.100 toneladas por ano das emissões de CO2 do parque térmico da ilha.

Kourou, na Guiana Francesa, é o lar de dez ovelhas

Elas garantem a manutenção diária da nossa usina fotovoltaica, a maior dos departamentos utramarinos franceses. O rebanho chegará a 200 indivíduos. A raça martinik é particularmente bem adaptada às condições dos ambientes tropicais.

Kourou, na Guiana Francesa, é o lar de dez ovelhas

Luta contra o aquecimento global

Em 2019, contribuímos para a Cúpula Virtual do Clima, particularmente com a conferência “ACT ou como mudar sua estratégia climática à luz dos objetivos do acordo de Paris”. Esta atuação segue nossa participação voluntária no projeto de testes da ACT2.0 para Assessing low Carbon Transition, coordenado pela_ HYME e pela organização HY. Esse experimento permitiu confirmar a compatibilidade de nossa estratégia de transição de baixo carbono até 2023 com a trajetória 2.0 estabelecida na COP21.

Também somos membros fundadores da associação CO2 Value Europe, que tem por objetivo promover o desenvolvimento de tecnologias de captura, de armazenamento e de valorização do CO2 emitido pelas indústrias. Nosso compromisso nessa associação nos permite acompanhar de perto os desenvolvimentos e as pesquisas neste campo, e adequar nossas práticas no dia a dia.